quinta-feira, 10 de julho de 2014

Hora do barulho

Interno hoje este Blog, que há muito vem capengando em suas novidades, na casa de repouso intitulada "banco de dados virtual". Essas páginas represetam boa parte daquilo que escrevi dos 16, quando achava que sonetos salvavam vidas, aos 19 anos. Não sou moça de apego fácil, mas muito menos de desapego tranquilo, então fica aí o panorama de meu percurso.  Obrigada aos que acompanharam minhas postagens, aos fiés, aos amigos, aos curioses e aos desocupados. E como tudo o que morre deve renascer, apresento-vos: O banheiro da sereia ainda com cheirinho de desinfetante.





2 comentários:

Rafiki Papio disse...

Que siga o caminho.

Fabrício de Queiroz disse...

Uau. Executar um blog deve ser difícil. Sigamos

Postar um comentário